Aos amigos...



A Régua da Amizade
 
de: Carla Berigo

Se há um começo
Há um fim?
Onde está o fim?
Nos caminhos inversos,
Nas opiniões divergentes,
Nos ânimos perversos
Almas presentes, corpos ausentes?

Você pode medir o amor?
Pode medir a dor?
E a saudade, que pretensão.
Ninguém pode viver a nosso dispor
Amigos reconhecem o valor
Quando muda a direção.

Alguns me oferecem uma régua
E nenhuma trégua
Para o perdão
Para a compreensão
Para reconciliação
Que compaixão!

Onde mora o fim da amizade?
Na ausência dos corpos?
Na cobrança, na relutância,
Na ignorância, não sei,
O que eu sei é o que quero:
Amigos que erram
Amigos que vão embora
Amigos que me deixam
Ser eu mesma, de dentro para fora.


2 comentários:

Blog da Pastoragente disse...

Carlinhaaaaa, que bom receber sua visita! Só que tem uma coisa: faz uma caaaarraaa que mandei um recado pra vc, está no seu "Osmose Efetuado" e inté agora nada de Carlinha.
Kkk...
Agora, vamos combinar: jejum foi pouco hein? Fiquei 1 ano sem postar e reiniciei em Maio desse ano porque tive um desânimo intenso dessa tal de Internet, fiquei meio sem inspiração, sem vontade.
É que no ano passado trabalhei demais, principalmente de Maio a Novembro de 2010 (fiquei parecendo aquelas suas amigas-kkk).
Depois disso, logo no início de 2011, minha filha mais nova teve um sério problema de saúde, o que me deixou super desmotivada. Ela está em tratamento ainda e tudo caminhando na graça, muuuita graça.
O bom é que o Senhor não muda, Ele tem me sustentado e me carregado amorosamente.
Querida, vc é uma pessoa muito especial, daquelas que a gente tem vontade de estar perto.
Mil beijos e me mande um e-mail toda vez que quiser e puder.
Mil beijos.

Bianka Jones disse...

Te amo amiga... muito bom texto! =)

Postar um comentário

Não serão publicados comentários ofensivos nesta página.

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

+ Vistos da Semana