Um servo chamado Ziba.

Carla Berigo | 9/17/2011 | 1 comentários


Mefibosese o filho de Jonatas, e portanto neto de Saul, primitivamente chamado Meribe-Baal ou seja, Is-Bosete que significa "O Homem de vergonha".
Aos cinco anos de idade, Mefibosete ficou aleijado de ambos os pés. Esse fato aconteceu quando, desesperada a sua ama o deixou cair ao chão ao ficar sabendo que o pai e seu avô morreram em campo de guerra. [2 Samuel 4:4]
Mefibosete foi levado com o resto de sua família para além do Jordão, nas montanhas de Gileade, onde achou refúgio na casa de Maquir (filho de Amiel), um poderoso sheik de Gade ou de Manassés na cidade de Lo-Debar.
Maquir protegeu Mefibosete. Alguns anos mais tarde, Davi, tendo sido tirado do seu trono pela rebelião de Absalão, achou também em Maquir boa vontade de o servir. [2 Sm 17.27 a 29]
Mefibosete perdeu toda a sua família e toda a sua herança, e o reinado de seu avô foi passado para Davi.

Ziba era um servo da casa de Saul.
Então Davi procurou Ziba e pediu informações se ainda existia alguém vivo da casa de Saul, lembrando da promessa que fizera a seu amigo Jonatas, foi quando Ziba informou que Mefibosete estava vivo e era filho de Jonatas. Assim o Rei Davi restituiu os bens de Saul a Mefibosete e deu à ele um lugar de honra em sua mesa. [2 Samuel 9:1 a 13 ]
Davi dá ordens à Ziba para que cuide dos bens restituídos de Saul para Mefibosete, e que o servo e sua família teria que cuidar destes bens e plantar nestas terras e se sustentar com o fruto deste trabalho, ou seja, restituiu o trabalho a Ziba.
Com o tempo Ziba apresentou um caráter desleal e ambicioso. Davi e Mefibosete foram enganados por ele, vejamos os fatos.
Quando o rei Davi perguntou-lhe se havia alguém vivo da casa de Saul, Ziba dá enfase da condição miserável, com preconceito a Mefibosete para que Davi desprezasse, como se estivesse dizendo ao rei: - Sim, existe um filho de Jonatas, mas sabe como é Davi, ele é aleijado, liga pra ele não!
Outro fato marcante que demonstra a deslealdade e ambição de Ziba foi quando Davi foge da rebelião que o seu próprio filho Absalão levantou contra ele,  Ziba foi ao encontro do rei  com presentes, adulando-o e enganando Davi a respeito de Mefibosete. [2 Samuel 16:1]
Ziba mentiu à Davi, afirmou que Mefibosete queria tomar o seu reinado, e por fim Davi acreditou e fez de Mefibosete um réu da ingratidão e traição, e ordenou que metade dos bens que tinham sido destinados a Mefibosete, fossem dados à Ziba.
Ziba, um  servo que traiu o seu senhor, o que levou a fazer tal coisa?
- Ganância pelas posses de Mefibosete?
- Inveja pelo privilégio que Mefibosete adquiriu ao comer à mesa do rei? Cobiça?
- Competição em demonstrar que ele era melhor que Mefibosete?
Há muitos anos medito neste trecho da bíblia. Confesso minha decepção com Ziba e com a reação precipitada de Davi.
Ziba era tão próximo de Mefibosete, conhecia sua história trágica, e mesmo assim traiu seu senhor.
Pergunto-me até que ponto um coração desleal cheio de cobiça, ambição, competição e inveja pode chegar?

Pensemos em Davi.
Pergunto-me, porque um coração “segundo o coração de Deus” pode acreditar em Ziba?

Davi, um homem cheio de altos e baixos, poderia liderar um exército mas era um fracasso em sua família. Caía e se levantava. Ora estava triunfante em comandar um exército, ora estava fugindo e liderando os fracassados. Ora seus olhos estavam contemplando somente o Senhor dos Exércitos, como sempre se referia, e ora seus olhos estavam desejando a mulher do próximo.

Esse homem segundo a bíblia é classificado como  o “homem segundo o coração de Deus”. Davi não fez milagres, ele foi um milagre. Quando olhamos para a sua vida podemos ver que ao homem existe uma esperança, e que está em Deus. 

Nos tempos de Davi não se ouvia falar em Transtorno Bipolar, Maníacos Depressivos ou Esquizofrenia. Não se explicava o pecado. E quando Davi pecava este procurava Deus, que é o melhor ouvinte comparado ao um psiquiatra, psicólogo ou conselheiro, prova desta procura está no livro de Salmos.

O sucesso de Davi acontecia quando deixava Deus comandar o seu coração, e quando ele estava em baixa era quando ele mesmo comandava. 

A rebelião de seu filho Absalão, foi algo que o próprio Deus avisou como conseqüência dos pecados que Davi cometeu. Mesmo sendo conseqüências, Davi não viveu aqui uma falsa culpa, e não viveu como culpado. Ele vivenciou as dores: da traição, da perda do filho, fracasso familiar e do seu reinado.

Aqui nesta história envolvente entre Ziba e Mefibosete, Davi errou e foi injusto.

Aceitou o holofote que Ziba acendeu e os confetes que jogou. A quem possa dizer que foi uma “ rasgação”! Davi foi vendido por presentinhos e agradinhos. Ziba com estultícia foi perspicaz, analisou o quanto Davi estaria vulnerável pois estava sofrendo com a rebelião do seu filho.

Ziba usa máscara, é um servo desejoso em deixar de ser servo e seus elogios e adulações confundem qualquer bom líder.

Ziba cobiça o que é dos outros, esconde suas verdadeiras intenções no coração mas veste a máscara de um homem bondoso e generoso.

Ziba não mede esforços para atingir seus objetivos, mesmo que minta e separe melhores amigos semeando em seus corações a divisão, mágoa e ressentimentos.

Quantas pessoas se aproximam de nós e são usadas  pelo inimigo, como Ziba, para separar de nós os nossos melhores amigos e pessoas muito amadas? Como contribuímos para tais acontecimentos?

O texto bíblico nos relata que Mefibosete ao ir de encontro com o rei quando este voltara da fuga, demonstrou que o mais importante era a vida do rei do que posição social ou coisas materiais.

Davi vê Mefibosete fisicamente enlutado pela sua ausência , uma atitude judaica em expressar seus sentimentos referente a saída do rei a uma guerra era não fazer a barba, não se lavar e trocar as vestes. [2 Samuel 19:24 a 30]

Davi voltou ferido, não em seu corpo, mas em sua alma. A alma de Davi doía e o cegava. A decepção com a traição de seu filho Absalão e as pessoas que  apoiaram à rebelião deixaram Davi vulnerável ao erro em julgar traição aonde não existia.

Você já identificou pessoas assim? Pessoas que vivem vomitando sua dor nos outros, suas decepções, sua dor alivia quando vem um agrado e não importa de quem seja, este já vira seu amigo. E quem não agrada vira seu inimigo.

O final deste texto encerra  com a frase de Mefibosete abrindo mão dos seus direitos de posse para Ziba, o que demonstra que a intenção do seu coração era adversa ao do seu servo e a mentira que foi disseminada.

Davi foi precipitado ao julgar Mefibosete quando acreditou na primeira informação que ouviu.

Em 2 Samuel  21:7 – Davi poupa a vida de  Mefibosete, porém a bíblia não fala se este continuou amigo do rei Davi, comendo a sua mesa, com os direitos que havia adquirido e suas posses, também não fala de Ziba.

Neste texto aprendemos diversas lições:

Nos tempos das emoções "a flor da pele" devemos ter o cuidado de não sermos injustos com pessoas que são verdadeiras conosco porém também estão passando por lutas até iguais que as nossas, Davi foi traído pelo seu filho e também Mefibosete foi traído por Ziba, o problema que o rei Davi não viu isso.
Que possamos saber a diferença entre elogios e adulações.
Que possamos enxergar as máscaras reais e saber reagir corretamente contra elas.
Que possamos analisar as primeiras notícias e ser prudente em nossas conclusões.
Finalmente ao errarmos em nosso julgamento contra alguém, devemos reconhecer os nossos pecados e confessá-los para que haja a cura!

Tiago 5:16 - Confessai, pois, os vossos pecados uns aos outros e orai uns pelos outros, para serdes curados. Muito pode, por sua eficácia, a súplica do justo.

*Carla Berigo, Meus Estudos Bíblicos, Campinas-SP, 2005. 
Atualizado em 05.04.2012.
Pesquisas: Bíblia Sagrada Vida Nova, SHEDD, Genebra e Dicionário Bíblico.

 

Category:

Um comentário:

  1. muito bom estudo, eu to para pregar um mensagem sobre ziba e isso me deu uma grande luz. paz

    ResponderExcluir

Não serão publicados comentários ofensivos nesta página.

10 posts + acessados da semana

Seguidores