Em Campinas, lixeiros jogam pétalas de rosas enquanto trabalham...

Aconteceu em 26.11.11, aqui em Campinas, eu e minha filha estávamos em um transporte urbano e ao passar  por uma avenida  movimentada da cidade, nos deparamos com uma cena emocionante.

Em uma rua paralela a avenida estava um caminhão de lixo, com quatro trabalhadores na traseira, realizando o seu trabalho de coleta. Quando voltaram para o caminhão, um deles passava as pétalas para os outros e esses gritavam alegres jogando as pétalas no asfalto, nos carros e calçadas.

Duvidei, será que é verdade o que estou vendo?

O caminhão parou no cruzamento, o semáforo “abriu passagem” para o nosso ônibus, então eles olharam para nós e gritaram:  - Êeee! - Alegres e sorridentes, e jogaram para a nossa passagem, as pétalas de rosas.

Claro que sorri, alguns balançaram a cabeça achando ridículo.

Que atitude linda desses lixeiros campineiros!

Quantas pessoas por aí não tem a função de recolher o lixo na cidade, mas vive carregando lixo no seu coração, exalando mau cheiro em seus gestos.

Profissionais que tem orgulho de falar da sua profissão, ou que estão lutando para adquirir uma, mas não dão um sorriso, não são alegres, não provocam felicidade nos outros e muito menos colocam um pouco de perfume no caminho por onde passam.

Se você precisar ir ao hospital do serviço público repare como há profissionais com péssimos hábitos de serem mal humorados e desinteressados nas pessoas.

Não, não... o que dizer de algumas igrejas que se você entra e sai sem ser notado? Vai ver que ali estavam pessoas bem centradas em seus problemas, nos seus cargos e trabalhos, objetivos e missões, sociedades e ministérios, que ainda não aprenderam a exalar o bom perfume de Cristo.

O crítico poderá acusar: - Que absurdo! Esses lixeiros sujaram as ruas sendo que a função deles é limpar?

Os místicos vão dizer: - Exoterismo na certa, foi alguma simpatia!

Os marqueteiros vão analisar: - Com certeza essa é uma estratégia de marketing para adquirir “Boas Festas” da população.

Os sobreviventes do sistema capitalista, (o trabalhador que vive trabalhando em função de pagar contas) somente pensarão: - Que bobagem, um bando de infelizes.

Eu digo, bravo, esses lixeiros deram um grande exemplo, veja como é possível ser feliz no que se faz? 

Enquanto o povo suja o mundo com o seu lixo, há quem recolha toda a sujeira com uma contagiante alegria e com graça. 

Poderia até ouvir uma jornalista perguntar para um desses lixeiros:

Jornalista: O que te motiva jogar pétalas de rosas no chão enquanto trabalha?

Lixeiro: Sou feliz independente do que eu faço seja para você agradável ou não. Mas você não seria capaz de fazê-lo em meu lugar dessa forma, ou seria?

Voltei para casa com a expectativa de ver um noticiário dos nossos profissionais mais alegres e motivadores da cidade, ninguém os entrevistaram...mas eu escrevo sobre eles!

2 comentários:

Antonio Batalha disse...

O desejo do meu coração é que você a uma benção, publicando o que Deus colocar em seu coração, e o meu objectivo é unir mais o cristão a Jesus Cristo, e juntos levarmos a Palavra, sermos edificados e um vaso nas mãos do Grande Oleiro, vamos estabelecer parceria e construirmos juntos uma fortaleza contra as trevas. Um abraço.

Bianka Jones disse...

Adoro quando somos surpreendidos com momentos assim. O mundo anda tão caótico... Tenho certeza que você jamais esquecerá essa cena! =*

Postar um comentário

Não serão publicados comentários ofensivos nesta página.

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

+ Vistos da Semana