A verdade sobre as palavras


“A língua dos sábios traz a cura.” Provérbios 12:18 NVI



Palavras impensadas podem ferir as pessoas. Elas podem não apenas influenciar a auto-estima de alguém, como também podem moldar o seu destino. Se duvidas, medita nestas duas histórias:

1) Um dia, numa igreja pequena do interior, uma criança acidentalmente entornou o vinho da comunhão. O padre deu-lhe uma bofetada e gritou: “Sai daqui, e não voltes mais!” Aquela criança tornou-se o General Tito, o ditador comunista brutal que governou o povo da Iugoslávia durante anos.

2) Numa grande catedral da cidade, outra criança entornou o vinho da comunhão. O bispo virou-se para ele e sussurrou: “Tudo bem, um dia serás um grande sacerdote.” Aquela criança tornou-se o Arcebispo Fulton Sheen, cujos sermões tocaram o coração de milhões pela televisão em rede nacional.


As tuas palavras edificam as pessoas ou derrubam. Salomão disse: “Há palavras que ferem como espada, mas a língua dos sábios traz a cura.” Eis uma verdade que não gostamos de reconhecer; o que sai dos nossos lábios revela o que está no nosso coração, e o nosso “não foi isso que eu quis dizer” não muda isto nem desfaz o dano. 



Eugene Petersen escreveu: “Todos os dias, coloco o amor em risco. Não há nada que eu faça pior. Sou muito melhor em competição do que no amor. Sou muito melhor em reagir com os meus instintos para seguir em frente, do que em descobrir como amar alguém. Sou ensinado e treinado a fazer as coisas à minha maneira. Mas decido todos os dias deixar de lado o que faço melhor, e tentar fazer o que faço muito desajeitadamente – dispor-me a enfrentar as frustrações e fracassos de amar, ousando acreditar que fracassar no amor é melhor do que ter êxito no orgulho.”

Concluindo... Falar tem tudo a ver com AMAR!!... Esta é a verdade sobre as palavras.

Extraído do Blog Reactus

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não serão publicados comentários ofensivos nesta página.

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

+ Vistos da Semana