Traga-me Flores Regadas

De: Carla Berigo.

Enquanto eu viver, por favor, não me traga flores regadas com os seus medos e receios de sentir remorsos futuros.

Quero flores regadas de sentimentos que geram vida com perfume de mudanças, daquele aroma que permanece pra sempre na mente da gente e que por sinal, no decorrer dos dias, não mente.

Flores regadas de arrependimentos como a água que escorre para limpar a poeira que foi deixada nas pétalas e nas folhas; como água que morre na terra para alimentar as raízes e fortalece-las.

Enquanto eu viver traga-me flores regadas com arrependimentos para mostrar a ti mesmo que te converteu e que não te convenceu.

Antes que seja tarde traga flores hoje mesmo, mas só as traga se você puder voltar mais vezes e sentir o perfume delas, para contemplar a beleza e assim nos alegrarmos do resultado da tua transformação da qual regaste.

Se acaso a teimosia persistir e decidir não trazer-me as flores regadas, então plante-as no teu jardim de vaidades e continue a pensar em mim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não serão publicados comentários ofensivos nesta página.

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

+ Vistos da Semana