OS PREGOS E A PACIÊNCIA


Era uma vez um menino que tinha uma paciência muito curta. 

Seu pai lhe deu um saco de pregos e lhe disse que toda vez que ele perdesse sua paciência, ele deveria martelar um prego na cerca.

No primeiro dia o menino pregou 37 pregos na cerca. Durante as próximas semanas, como ele aprendeu a controlar sua raiva, o número de pregos martelados por dia reduziu gradativamente. Ele descobriu que era mais fácil conter seu temperamento do que bater pregos na cerca….

Finalmente chegou o dia em que o garoto não perdeu mais a paciência. Ele contou a seu pai sobre isso e o pai sugeriu que o menino agora tirasse um prego por dia em que ele for capaz de manter seu temperamento. Os dias passaram e o garoto finalmente pode dizer ao pai que todos os pregos foram retirados.

O pai pegou o filho pela mão eo levou até a cerca. Ele disse: “Você fez bem, meu filho, mas olhe os buracos na cerca. A cerca nunca mais será a  mesma. Quando você diz coisas irado, elas deixam uma cicatriz como estas. Você pode enfiar uma faca em um homem e retirá-la. Não importa quantas vezes você peça desculpas, a ferida ainda está lá. Uma ferida verbal é tão ruim quanto uma ferida física. Os amigos e entes queridos são uma joia muito rara, certamente eles nos fazem sorrir e nos encorajam para o sucesso. Eles emprestam um ouvido, compartilham uma palavra de louvor, e eles sempre querem abrir seus corações para nós. Regue suas relações com bondade … e elas vão crescer."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não serão publicados comentários ofensivos nesta página.

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

+ Vistos da Semana